O Empanadas Bar nasceu “Martin Fierro” em 1980, da improvável sociedade entre um argentino, o Hugo, e um chileno, o Reinaldo, que durou 10 anos. Atualmente é comandado por quatro sócios: Léo, Robson, Santos e Rafael tornando-se referência máxima de São Paulo quando o assunto é empanada argentina.

O bar era um pequeno salão, com um balcão e algumas mesinhas de lata. Este salão, que é hoje apenas uma parte do bar, continua lá e, exceto pelas mesas que agora são de madeira, ele é exatamente como era, com seus pôsteres de filmes, o ônibus pintado a mão pelo Chocante e as fotos de novos e antigos frequentadores.

Cult desde sempre, o bar logo atraiu os estudantes da USP, os jornalistas, os alternativos, os intelectuais de esquerda, e principalmente dos cineastas da Tatu Filmes e a Filme Brasil que discutiam seus projetos de roteiro em nossas mesas, numa época tranquila na Vila Madalena.


É dessa época que vem a maioria dos pôsteres e até um Kikito, ganho por Mario Mazzetti no festival de Gramado que esta exposto em nossas prateleiras. Enfeitando o teto há desenhos pintados por artistas com ateliês na vizinhança. Um jacaré estilizado feito pelo grafiteiro Rui Amaral, igualzinho aos desenhados no acesso da Paulista à Doutor Arnaldo, que  provoca sorrisos em quem o observa.

Revoluções políticas e culturais nasceram e morreram numa mesma noite, entre os aromas dos recheios das nossas empanadas e brindes em copo americano, que é a cara do lugar.

Hoje, o público ficou mais eclético, recebendo universitários de todos os cantos da cidade, patricinhas e mauricinhos, atletas e neo-hippies, e também quarentões e cinquentões, saldosos de uma época em que o Empanadas era só deles.

Venha saborear as nossas deliciosas e famosas empanadas argentinas, disponíveis em diversos sabores, acompanhadas de uma cerveja bem gelada. Para petiscar sem pressa há ainda diversos petiscos de boteco e deliciosas caipirinhas que estão a sua espera em um dos bares mais tradicionais de São Paulo.